sexta-feira, janeiro 28, 2011

A celebração do dia do doente

Neste ano pastoral que tem como meta geral a ajuda ao outro, em que já vivemos os valores da alegria na missão durante a Semana da Padroeira, da partilha no magusto e levámos ânimo ao outro em Janeiro com o canto das janeiras, propomos a vivência do valor “dar atenção” no mês de Fevereiro.

Com esta acção queremos que o povo, ao participar na Eucaristia e no sacramento da Santa Unção, experimente a riqueza de dar atenção aos irmãos, nomeadamente os que de alguma forma estão fragilizados.

E porquê?

Porque existem na Paróquia de Loures pessoas doentes que precisam de receber atenção da comunidade, é necessário promover momentos em que o povo no seu conjunto se sinta sensibilizado para os ajudar. Em anos anteriores, os doentes mostraram agrado por terem participado nestas celebrações comunitárias.

Porque reconhecemos ser essa a vontade de Deus: “Senhor, quando é que Te vimos com fome e Te demos de comer, ou com sede e Te demos de beber? Quando é que Te vimos peregrino e te recolhemos, ou sem roupa e Te vestimos? Quando é que Te vimos doente ou na prisão e Te fomos ver? E o Rei lhes responderá: Em verdade vos digo: Quantas vezes o fizestes a um dos meus irmãos mais pequeninos, a Mim o fizestes” (Mt. 25, 37- 40).

E porque é importante que a Paróquia dê resposta às necessidades espirituais de quem sofre, nomeadamente por motivos de doença.

Sem comentários:

Hora de verão na missa do Infantado

No verão, a missa do Infantado (EB1) passa a ser às 21h.