sábado, março 19, 2016

O Tríduo Pascal e o Tempo Pascal

A Páscoa é a comemoração do fundamento da fé cristã, de que Jesus morreu e ressuscitou ao terceiro dia. É a principal celebração do ano litúrgicocristão e também a mais antiga e importante festa cristã, marcando o domingo de Páscoa o ápice da Paixão de Cristo. O termo ‘Páscoa’ provém dohebraico Pesach, a Páscoa judaica, e significa ‘Passagem’. Da escravatura no Egipto para a liberdade na Terra Prometida, da morte para a vida, das trevas para a luz. Da renovação, renascimento e transformação. Do Inverno para a Primavera. Para a Ressureição. A Páscoa é uma festa móvel e começa na última semana da Quaresma, no Tríduo Pascal. Este é composto pela Quinta-Feira Santa, em que se celebra a Última Ceia, pela Sexta-Feira Santa em que se relembra a Paixão e Morte de Jesus, e pela Vigília Pascal. Na Quinta-Feira Santa, na missa da Última Ceia, durante o ‘Glória’ todos os sinos da igreja devem dobrar, só voltando a ser escutados na proclamação da ‘Glória’ durante a Vigília Pascal. Após a homilia, ocorre o ritual do LavaPés dos pés pelo sacerdote, conforme Jesus fez aos apóstolos, terminando a missa termina com a transladação do Santíssimo Sacramento para um lugar menor, sendo recomendada a Adoração Eucarística, mas sem solenidades, ficando os altares da igreja descobertos, exceto onde está o Santíssimo. A Sexta-Feira Santa relembra a Paixão e morte de Jesus, sendo o único dia do ano em que não se celebram missas, tendo-se ao invés, a celebração da Paixão de Jesus. As imagens dos santos e crucifixos são cobertos e as respetivas luzes apagadas. Sexta-feira Santa é dia de jejum e abstinência de carne. A Igreja pede aos seus filhos recolhimento e oração em memória da Paixão e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo. No Sábado Santo ou Sábado de Aleluia, faz-se a lembrança de Jesus morto, onde se cultiva a esperança e perseverança. A Vigília Pascal é a celebração mais importante do calendário litúrgico cristão, por ser a primeira celebração oficial da Ressurreição de Jesus. Historicamente, é durante essa celebração que os adultos catecúmenos são batizados. É realizada nas horas de escuridão entre o pôr-do-sol no Sábado Santo e o amanhecer da Páscoa. Começa após o pôr-do-sol no Sábado Santo fora da igreja, onde é abençoado o novo fogo e aceso Círio Pascal, que simboliza o esplendor do Cristo ressuscitado, dissipando as trevas do pecado e da morte, lembrando a todos que Cristo é a “luz do mundo”. O Domingo de Páscoa celebra a Ressurreição de Jesus e sua primeira aparição entre seus discípulos, dando início aos 50 dias do Tempo Pascal que terminam com o Domingo d a Festa da Ascensão do Senhor, que precede o Domingo de Pentecostes.

Rolando Santos

Sem comentários:

Palavra 100