quinta-feira, março 03, 2011

Repensar juntos a pastoral da Igreja em Portugal

A Conferência Episcopal Portuguesa decidiu promover um caminho para “repensar a pastoral da Igreja em Portugal”, de modo a adequá-la melhor ao mandato recebido de Jesus e às circunstâncias actuais. Na Paróquia de Loures, reuniram-se todos os colaboradores no dia 20 de Fevereiro e, da reflexão em grupos, surgiram os seguintes tópicos:

Leitura de fé dos sinais de Deus na sociedade
O que precisa a sociedade de hoje, a nível espiritual e humano?
· Testemunhas vivas, presentes e activas da busca de santidade e do encontro em Cristo;
· Reconhecer o valor cristão da pessoa humana;
· Ser alimentada mais de Deus, para conseguir aumentar a fé;
· Maior proximidade dos pastores ao povo para o chamar à conversão;
· Amor, compreensão, conhecimento da palavra de Deus, tolerância;
· Dar primazia ao Valor da família cristã;
· Encontrar Deus em cada um para se poder reflectir nos outros;
· Aprofundar, em grupo, o encontro pessoal com Cristo;
· Fé, esperança, perdão, compreensão, cordialidade e de muita oração;
· Política consonantes com os valores cristãos;
· Encontrar sinais de humildade, caridade, solidariedade, respeito para consigo próprio e com o seu irmão, coragem individual e colectiva para anunciar Jesus e a sua doutrina;
· Reconhecer a alegria, paz e sinceridade de coração nos cristãos de modo a contagiar a sociedade no seu íntimo;
· Prazer de viver e bem-estar.

Quais os sinais de Deus na sociedade?
· Alertas como a pobreza e a miséria que lembram ao homem a sua responsabilidade social;
· Os testemunhos dos cristãos, os milagres, a solidariedade, a bondade, as iniciativas de ajuda, amor ao próximo e dedicação a boas causas;
· As obras humanitárias criadas com o sacrifício de pessoas que nem sequer amam a Deus;
· A aproximação à Igreja, às vezes nos momentos mais difíceis da vida, para satisfazer necessidades tanto espirituais como materiais;
· Os sacramentos, a catequese, as celebrações e orações comunitárias que suportam a vida cristã.

Leitura dos sinais e indicadores do Espírito Santo na própria vida da Igreja
Que sinais do Espírito encontras hoje a apontar-te a “nova maneira de ser Igreja”?
· Maior abertura da Igreja à nova realidade;
· Abertura ao mundo revelada pelas Papas, João Paulo II e Bento XVI, indo pelo Mundo falando de Deus a quem o não conhece e pedindo desculpas, revelando amor e humildade, dois requisitos dos homens que são amados por Deus;
· Pedido de reflexão destes temas por parte das estruturas hierárquicas;
· Alegria de estar com os outros enquanto Igreja;
· Vontade de estar presente e participar;
· Solidariedade, ajudar os mais necessitados;
· Olhar o próximo como imagem de Deus;
· Aposta no Ecumenismo, congregando todos os homens em Cristo;
· Por a render os dons de cada um, dando bons exemplos;
· Dar sinais de acreditar sempre;
· Ter esperança na juventude;
· Momentos, grupos e pessoas com um novo ardor encontram e tornam Cristo presente na sociedade;
· Valorizar idosos, humanizando;
· Transmitir a alegria de ser Cristão na sociedade;
· Encontrar nova linguagem por forma a ultrapassar a incompreensão entre gerações;
· Novas formas de oração (ex. passo a rezar).

Sem comentários:

Palavra 100