terça-feira, outubro 27, 2009

CONVITE: Vem ao Magusto!

A-DOS-CÃOS
14 NOVEMBRO – 18H - ADRO DA IGREJA
Levar castanhas, febras ou sumos

FANQUEIRO
7 NOVEMBRO – 11H - ESCOLA
Trazer um pequeno lanche e castanhas

GUERREIROS E SÃO SEBASTIÃO DE GUERREIROS
21 NOVEMBRO – 16H - SALÃO DA IGREJA DE GUERREIROS

Pode trazer bebidas e afins

INFANTADO
7 NOVEMBRO – 15H30 - JARDIM JUNTO À ESCOLA
Pode trazer bebidas e uma mão cheia de castanhas para assarmos no jardim

LOURES
14 NOVEMBRO – 15H - CENTRO PAROQUIAL DE LOURES

MARZAGÃO
8 NOVEMBRO – 15H - MIRADOURO
Levar castanhas

MEALHADA
14 NOVEMBRO – 15H - PÁTIO DA ESCOLA


MONTEMOR
22 NOVEMBRO – 15H MISSA SEGUIDA DE MAGUSTO
PAVILHÃO DO CAMPO DE FUTEBOL

MURTEIRA
15 NOVEMBRO - 15H
LARGO DA CAPELA

PONTE DE LOUSA
22 NOVEMBRO – 13H - ALMOÇO CONVÍVIO COM BAILE
PLACA DA FESTA (AO LADO DA CAPELA)

TOJALINHO
8 NOVEMBRO – 15H30
LARGO DA CAPELA

quinta-feira, outubro 22, 2009

Programa Paroquial 2009 – 2010

Programa Paroquial 2009 – 2010

Meta do ano: Até ao fim do ano pastoral de 2009 - 2010 todo o povo da Paróquia de Loures, em conjunto com as suas instituições, através de várias vivências, é sensibilizado para o valor da união entre as pessoas.

ano pastoral de 2009 - 2010” significa a vida na Paróquia de Loures entre Setembro de 2009 e Julho de 2010.

todo o povo” significa que o alvo do programa apresentado é a totalidade das pessoas que residem no território paroquial, não só “os que vêm”, “os que praticam”. Apesar desta premissa, há a consciência de que nem todos corresponderão às interpelações paroquiais.

instituições” significa todas as IPSS, corporações, agrupamentos civis e religiosos existentes no espaço da Paróquia, a saber: Escolas, Junta de Freguesia e Câmara Municipal, Bombeiros Voluntários, estabelecimentos comerciais e industriais, IPSS, Colectividades e PSP. A participação destes organismos será marcada pelo seu âmbito de acção, objectivos específicos próprios e disponibilidade dos mesmos e, também, pela capacidade paroquial de envolvimento das mesmas.

através de várias vivências” quer dizer que o método usado na acção pastoral paroquial consiste no apelo à vivência de uma proposta, de resposta às interpelações feitas e não na afirmação teórica dos valores.

é sensibilizado” significa que o que se pretende é despertar a todos para este valor. Isto realiza-se pelo convite, pela participação e/ou colaboração directa ou indirecta nas iniciativas, pela notícia que se tem delas. Não quer dizer que passam todos a vivê-lo ou praticá-lo.

“valor da união” significa:

Unir pontas, Outubro -Festa da Padroeira
Quebrar barreiras, Novembro - Magusto
Alegrar, Janeiro - Janeiras
Celebrar com o doente, Fevereiro - Dia do Doente
Ir ao encontro, Março - Peregrinação Inter-Paroquial a Fátima
Estar junto, Março/Abril - Páscoa
Aproximação, Maio - Procissão de Velas e Terço nas zonas
Ligação, Junho - Santos Populares

Estes valores marcarão tudo o que se realizar na Paróquia, neste período.

terça-feira, outubro 13, 2009

Ouvimos dizer da Semana da Padroeira

“A caminhada foi essencialmente um encontro com as maravilhas de Deus, connosco próprios e com os outros do grupo. Apreciámos a fachada do palácio do Correio-Mor enquanto subíamos serra acima, cada qual ao seu ritmo (quase sempre com o Pe. Dário na frente e o Pe. Carlos na retaguarda). Na descida foi a vez de voltar os olhos para a quinta das terras. Cada um terá certamente apreciado algo em particular, eu gostei especialmente daquela roda de cantares alentejanos junto à fonte de Montemor. Para repetir, sem dúvida!”
Maria dos Anjos, Torre dos Trotes

"Em oração, como foi a missa campal. Com fé, como foi a procissão da Padroeira.
E com amor, compreensão e fidelidade os casais unirão as pontas e seguirão os caminhos de Deus."
João e Manuela, Mealhada

“Os petiscos no Marzagão foram muito bons. Apesar da chuva, não podemos desanimar nem desistir. Conhecemos mais pessoas e fortalecemos laços de amizade. É nesta aproximação aos outros que vamos encontrando a paz interior e a felicidade.”
Irene e Adérito Carvalho, Marzagão

“Sobre os debates da Paróquia, apraz-me dizer: é através do conhecimento que nasce a luz. Parabéns à Paróquia pela coragem na realização destes eventos.”
Fernando Lopes, Pinheiro de Loures

“Sempre que rezamos o terço, como na noite Mariana, convidamos Nossa Senhora a unir-se à nossa oração, ao mesmo tempo que passam diante dos nossos olhos os principais episódios da vida de Cristo, entrando assim em comunhão com Ele, através do coração de Sua Mãe.”
Nuno Martins, Moninhos

“A noite de oração com e pelos sacerdotes foi maravilhosa! É bom haver incentivos para a alegria dos nossos padres, que são maravilhosos.”
Manuela Correia, Loures

“Achei a oração jovem muito acolhedora. Gostei da experiência e da oportunidade de poder participar.”
Catarina Parente, Fonte Santa

“Achei muito interessante a ideia da tenda de oração. Gostei muito do tempo que lá estive e parece-me que seria de realizar mais vezes.”
Odete Regadas, Infantado

“A feira saloia foi muito enriquecedora no convívio, na animação e na união das pontas.”
Luísa Gonçalves, Montemor

Palavra 100