quinta-feira, outubro 28, 2010

CONVITE - Vem ao magusto e traz um bem para partilhar

A-DOS-CÃOS - PARTILHA OS BENS COM O GRUPO DOS POBRES DA PARÓQUIA
13 NOVEMBRO – 18H
LARGO LOJA FERNANDA ABADE

ALTA – URMEIRAS/SAPATEIRAS - PARTILHA OS BENS COM A CASA DA PALMEIRA
CONVIDA A JUNTAR-SE AO MAGUSTO DE LOURES

BAIRRO da MILHARADA/SETE CASAS - PARTILHA OS BENS COM O GRUPO DOS POBRES
CONVIDA A JUNTAR-SE AO MAGUSTO DE LOURES

FANQUEIRO - PARTILHA OS BENS COM A CASA DO GAIATO
13 NOVEMBRO – 11H

ESCOLA
Trazer um pequeno lanche e castanhas.

GUERREIROS/SÃO SEBASTIÃO - PARTILHA OS BENS COM A CASA DA PALMEIRA
20 NOVEMBRO – 15H30
SALÃO DA IGREJA DE GUERREIROS

INFANTADO - PARTILHA OS BENS COM A CASA DO INFANTADO
13 NOVEMBRO – 15H30
JARDIM JUNTO À ESCOLA PRIMÁRIA
Pode trazer castanhas para assarmos no jardim e bens (leite, cereais, …) para as crianças.

LOURES - PARTILHA OS BENS COM A CASA DA PALMEIRA
13 NOVEMBRO – 15H30
ADRO DA IGREJA MATRIZ DE LOURES
Tragam castanhas para o lanche e bens para as crianças como papas, fraldas, etc.

MEALHADA - PARTILHA OS BENS COM A CASA DO GRADIL
13 NOVEMBRO – 15H
PÁTIO DA ESCOLA DA MEALHADA
Trazer castanhas e mais alguma coisa para partilhar.

MURTEIRA - PARTILHA OS BENS COM A CASA DO GAIATO
7 NOVEMBRO – 15H
LARGO DA IGREJA DA MURTEIRA

MONTEMOR - PARTILHA OS BENS COM A OBRA DO PADRE ABEL
14 NOVEMBRO – MISSA ÀS 15H30 SEGUIDA DE MAGUSTO
PAVILHÃO DO CAMPO DE FUTEBOL
Tragam alguma iguaria para partilhar no magusto e bens para a obra do Pe Abel.


PINHEIRO DE LOURES - PARTILHA OS BENS COM A CASA DO GAIATO
7 NOVEMBRO – 15H30
PÁTIO DA SFUP
Há chouriços, água-pé e bolos. Tragam uma mão-cheia de castanhas, uma mão cheia de frutos secos e bens alimentares para oferecer à Casa do Gaiato.

PONTE DE LOUSA - PARTILHA COM CONCHA D’AFECTOS (apoio a crianças e idosos)
14 NOVEMBRO – 13H ALMOÇO CONVÍVIO COM BAILE
PLACA DA FESTA (marcação para Paulo Cardoso 219751601)
Preferencialmente tragam fraldas e alimentos. Também se aceitam brinquedos e roupa para bebés, crianças, jovens e idosos.

Partilha no S. Martinho

Era Novembro e o tempo mostrava-se particularmente rigoroso. S. Martinho encontrou um pobre, praticamente despido, compadeceu-se, dividiu a sua capa ao meio e entregou ao homem uma das metades. Assim que deu a capa ao mendigo, um sol radiante abriu-se nos céus, cessando a tempestade. Desde esse dia que, a 11 de Novembro, os rigores do Inverno recuam por um curto período de tempo chamado Verão de S. Martinho.

Na festa de S. Martinho, vamos fazer o magusto e levar um produto alimentar (um kg de arroz, massa, etc.) para doação a uma instituição (Casa do Gaiato, Casa da Palmeira, Casa do Infantado, Obra do Pe. Abel, etc.) no espírito de partilha que S. Martinho nos deixou.

Programa Paroquial para 2010 – 2011

Após viver o valor do encontro, da aproximação mútua, do convívio, da importância de se conhecer, da estima mútua e da união, propõe-se como meta: Até ao fim do ano pastoral de 2010/11 todo o povo da Paróquia de Loures, em, colaboração com as suas instituições, através de várias experiências, é despertado para o valor da ajuda ao outro.

• “todo o povo” são as cerca de 25000 pessoas que habitam no território da Paróquia de Loures, não apenas os que já respondem e colaboram.

• A metodologia proposta não reside na percepção teórica do conceito da “ajuda” mas pressupõe que o valor seja assimilado através de experiências práticas, de forma directa ou indirecta.

• “é despertado” significa sensibilizar todo o povo para a ajuda ao outro, ainda que nem todos vivam ou pratiquem este valor. Esta sensibilização é feita através do “ouvir dizer”, do convite, da divulgação, da participação e, ou da colaboração.

• Por “outro” entendemos, em particular, o vizinho, o familiar, o que está ao nosso lado. Durante o ano o “valor da ajuda ao outro” significa:

Alegria na Missão Outubro - Festa da Padroeira
Partilhar Novembro - Magusto
Animar Janeiro - Janeiras
Dar atenção Fevereiro - Dia do doente
Caminhar com o irmão Abril - Peregrinação a Fátima
Dar-se Abril - Páscoa
Compromisso Maio - Procissão de velas e terço nas zonas
Dialogar Junho - Santos populares

segunda-feira, outubro 11, 2010

Ouvimos dizer da Semana da Padroeira

“A visita de D. José, o nosso Bispo: Não sabem o que perderam: o intelectual, o Professor, a falar ao coração dos fiéis como pastor, o seu Bispo a ensinar a Boa Nova. O tema era a “nova evangelização”, a alegria de divulgar e viver o Evangelho. E foi com alegria contagiante que nos falou das Virtudes Cardeais, da Caridade Cristã, da Eucaristia. Com a história da Maria Coxa ensinou-nos que é Ele que nos ensina a rezar. “Ide”, como no fim da Missa, espalhar a felicidade, ser felizes na alegria da fé.
Os cânticos do coral improvisado foram dignos da beleza da catequese do nosso Bispo. Estavam tão poucos. Foi pena.”

Germano Marques da Silva, Marzagão

”No dia da Padroeira achei maravilhoso partilhar o almoço com os outros. Apesar da chuva gostei muito de tudo.”

Carlota Luís, Barro

“Gostei muito de participar na bênção dos animais. É bom termos cerimónias assim porque nos enchem do amor de Deus.”

Maria Helena Capires, Ponte de Lousa

”Foi a primeira vez que fui na caminhada e gostei. O itinerário estava muito giro e a companhia muito boa.”

Ilídia Duarte, Murteira

”No BTT foi um empenho daqueles mas valeu a pena; à chegada tínhamos um manjar à nossa espera. Foi fixe!”

Tiago Silva, Fanqueiro

”A Feira Saloia foi muito interessante. É um convívio que une as pessoas, onde se bebe uns copos. E o vinho alegra a alma. E as bancas saloias são muito agradáveis.”

Manuel Duarte, Montemor

“Saio da conferência sobre a Educação na fé com o coração cheio de paz. Foi mesmo muito bom!”

Elisa Santos, Fonte Santa

“A noite jovem permitiu um momento mais íntimo com o Cristo jovem. Foi um tempo agradável de oração e um convívio muito doce.”

Mariana Lopes, Quinta da Peça / Moninhos

“A filiação do Agrupamento 1349, foi um sonho tornado realidade. Um projecto educativo para as crianças e jovens da Paróquia. Sempre alerta para servir!”

Luís Raquel, Urmeiras

Mais imagens da Semana da Padroeira































Palavra 100